Ouça ao vivo

840 AM

106.1 FM

105.1 FM

Rede Excelsior promove formação sobre decisão do STF

Na noite de ontem, quinta-feira, 15 de dezembro, a Rede Excelsior de Comunicação reafirmou seu compromisso com a qualidade da informação ao realizar uma formação baseada em uma recente decisão do Supremo Tribunal Federal (STF). A advogada baiana Drª. Larissa Santos, graduada em Direito pela Universidade Federal da Bahia (UFBA) e mestra pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), ministrou a capacitação.

O encontro contou com a participação de membros dos diversos núcleos da programação da Rede Excelsior, além de representantes dos setores internos da Fundação Dom Avelar. O padre Gil André Peixinho, diretor de programação da emissora, foi o responsável pela acolhida aos presentes.

A decisão do STF, que estabelece as condições para a responsabilização civil das empresas jornalísticas em casos de publicação de entrevistas com falsas atribuições criminais, foi detalhadamente abordada. No último dia 29 de novembro, o Supremo Tribunal Federal definiu as condições em que as empresas de comunicação estão sujeitas à responsabilização civil, ou seja, ao pagamento de indenização, se publicarem entrevista na qual o entrevistado atribua falsamente a outra pessoa a prática de um crime

O coordenador de jornalismo, Genildo Laswisky, afirmou que a Rede Excelsior não se surpreende com a determinação, pois já cumpre rigorosamente as normas. Ele enfatizou que a formação visa garantir uma comunicação em conformidade com a legislação vigente no país.

Laswisky destacou: “O STF busca alertar aqueles que insistem em descumprir normas e veicular fake news”. Ele reforçou que a comunicação da Rede Excelsior segue todas as normativas, com profissionais capacitados para transmitir o que a família baiana mais precisa.

Drª Larissa Santos, advogada responsável pela formação, denotou que “esta decisão do STF é de suma importância para os meios de comunicação pois traz o desafio de aprimoramento do serviço, a fim de ofertar ao ouvinte/telespectador/leitor o livre acesso à informação. É uma medida que visa coibir o uso de tais meios para disseminação de informações falsas e/ou injuriosas”.

A comunicadora Patrícia Tosta, integrante da equipe de comunicação da Rádio FM 106.1, salientou que o momento “foi importante para elucidar sobre a reflexão que a nova legislação é um meio de proteger os meios de comunicação do uso inadequado, irresponsável e até criminoso da propagação de notícias e informações inverídicas”.

A Rede Excelsior de Comunicação, vinculada à Fundação Dom Avelar Brandão Vilela e à Arquidiocese de São Salvador da Bahia, completa 81 anos mantendo seu compromisso de oferecer informação de qualidade ao público ouvinte.

0%

Arrecadação do mês

0%

Arrecadação do mês

Rede Excelsior de Comunicação