Ouça ao vivo

840 AM

106.1 FM

105.1 FM

Promoção da Paz e Combate à Violência na Capital baiana: Em Sintonia recebe Guarda Municipal de Salvador

Com a motivação da Semana de Promoção pelo Respeito e pela Paz, vivenciada pela Rede Excelsior de Comunicação na última semana, de 9 a 15 de outubro, o programa Em Sintonia da Rádio FM 1061.1, comandado pela apresentadora Patrícia Tosta, recebeu no dia 18 de outubro o diretor de Segurança Urbana e Prevenção à Violência da Guarda Municipal de Salvador, Maurício Lima, para uma entrevista sobre ações para o combate à violência urbana e promoção da paz na capital baiana.

Patrícia Tosta: Quais as atribuições da Guarda Municipal?

Maurício Lima: A Guarda Municipal está inserida no artigo 144 da Constituição Federal, foi inserida recentemente através do julgamento do Supremo Tribunal Federal de inconstitucionalidade que existia lá no STF, sendo reconhecida como uma instituição de segurança pública. A Guarda faz a segurança preventiva. O que é a segurança preventiva? É estar presente nos espaços públicos para que ações delituosas não aconteçam. Então, ela [a Guarda] está nas praças públicas, ela está dando apoio a outras secretarias da prefeitura, fazendo ações junto com a Transalvador (Superintendência de Trânsito de Salvador) no trânsito, fazendo fiscalizações com a Sedur (Secretaria de Desenvolvimento Urbano do Estado da Bahia), dando todo o suporte às ações da prefeitura de fiscalização, dando toda proteção patrimonial aos patrimônios da prefeitura e estando presente nos espaços públicos fazendo à proteção do cidadão.

Patrícia Tosta: Qual é o efetivo e a estratégia que Salvador tem para prevenir que situações de violência aconteçam?

Maurício Lima: Nós temos hoje na Guarda Civil Municipal cerca de 1.400 agentes, mulheres e homens, Guardas Civis Municipais que estão atuando nas ruas da nossa cidade. Estamos com uma turma recente em processo de formação que vai chegar no dia 20 de novembro para estar se juntando as turmas da Guarda que estão nas ruas. Temos uma estrutura da Guarda Municipal, uma base organizacional administrativa na avenida San Martin, uma base bem estruturada; uma central de videomonitoramento pronta, com estrutura fixa e sendo instaladas as câmeras; um parque de viaturas renovadas; uma renovação de armamentos. A Guarda Civil é uma instituição que cresce e se desenvolve”.

Patrícia Tosta: Nós vivemos um aumento significado da violência no estado da Bahia, e Salvador não foge disso como capital. Dados do mês de agosto mostraram que 939 tiroteios foram registados e 711 mortes no ano de 2023. Quais medidas específicas contribuem para enfrentar essa situação e trazer a paz e a tranquilidade? Como a Guarda Civil está respondendo a essa escalada da violência urbana? Que estratégias estão sendo adotadas?

Maurício Lima: Estou em contato direto com o secretário de segurança pública, Marcelo Werner. Estamos vendo que tem um momento crítico em áreas que são dominadas por facções criminosas que fazem os conflitos entre elas próprias, duas facções que estão brigando por territórios. E a Guarda Civil Municipal, como está colaborando? Tivemos uma crise importante na região de Valéria, uma ação da Polícia Federal com a Polícia Civil onde teve como resultado trágico um policial federal morto e um policial civil ferido gravemente. Com isso, teve uma operação bem grande de resposta do estado para aquela ação e a Guarda Civil Municipal, desde o primeiro momento, se disponibilizou para ajudar da forma que fosse dando mais tranquilidade para eles [Secretaria de Segurança Pública da Bahia] atuarem melhor naquele momento. Sabíamos que as equipes das polícias Militar, Civil e Federal dariam conta do processo, mas teriam coisas no entorno que poderiam precisar da ajuda da Guarda. A Guarda Civil Municipal ficou à disposição.

Patrícia Tosta: Falando do Pelourinho, dentro dessa área que é uma área de extrema importância turística para Salvador que tem sido alvo recorrente de violência urbana, quais são as ações estratégicas para essa região do Centro Histórico?

Maurício Lima: O Pelourinho, o Santo Antônio Além do Carmo, está com uma nova realidade com relação à segurança, a sensação de segurança naquele local. A Guarda Civil Municipal entrou de cabeça nesse projeto, encabeçado e direcionado pelo prefeito Bruno Reis, que é o distrito cultural Comércio-Centro Histórico. Após uma crise no Centro Histórico onde dois romenos turistas foram assaltados, o prefeito [Bruno Reis] decidiu colocar a força máxima da prefeitura para dar toda condição ao Centro Histórico e intensificar ainda mais a atuação da Guarda Municipal. Com isso, ele [o prefeito Bruno Reis] pediu a apresentação de um projeto com 100 novos guardas e 10 novas viaturas, e o projeto iniciou a 4 meses ou um pouco mais, lá no Centro Histórico.

Patrícia Tosta: Uma das estratégias de combate à violência são as instalações de câmeras de videomonitoramento, que está contando com um projeto de ampliação, não é isso?

Maurício Lima: Toda a área de segurança pública já sabe que temos que aliar a tecnologia com a proatividade do operador de segurança. Isso que vai fazer toda a diferença com a inserção da inteligência. A Guarda Civil Municipal se propôs a fazer a sua central de videomonitoramento na base San Martin, que está pronta, e inserir mais 300 câmeras através de um programa do Governo Federal que é o PRODETUR (Programa Nacional de Desenvolvimento e Estruturação do Turismo) que financia áreas turistas. Então inserimos 300 câmeras na Orla Atlântica e no Centro Histórico.

Patrícia Tosta: A Guarda Civil Municipal está completando 15 anos, ficando mais madura. O que podemos esperar dessa fase, inclusive neste período de final de ano?

Maurício Lima: A Guarda com os seus 15 anos está apresentando a sua maturidade. É uma instituição jovem ainda, nós temos Policia Civil e Policia Militar com mais de 200 anos de atuação, e a Guarda veio se inserir no processo como uma nova instituição de segurança pública. Jovem, mas que vem amadurecendo.

Patrícia Tosta: Em uma única palavra: Qual o desafio que a Guarda Civil tem de enfrentar?

Maurício Lima: Nosso verão! Que começa ali no réveillon e se estende por todo o verão.

A entrevista do diretor de Segurança Urbana e Prevenção à Violência da Guarda Municipal de Salvador, Maurício Lima, ao programa Em Sintonia da Rádio FM 106.1 pode ser conferida na integra no canal do Youtube (Rádio FM 106.1).

0%

Arrecadação do mês

0%

Arrecadação do mês

Rede Excelsior de Comunicação